Fitofarmacêuticos

53% das embalagens de fitofarmacêuticos colocadas no mercado devolvidas

António Lopes Dias - Valorfito - Vida Rural

O Valorfito conseguiu em 2016 a retoma de 53% das embalagens de produtos fitofarmacêuticos colocadas no mercado, um crescimento face às 47,4% conseguidas em 2015.

Estes números foram revelados por António Lopes Dias, diretor geral do Valorfito, o Sistema Integrado de Gestão de Embalagens e Resíduos em Agricultura, durante uma apresentação que decorreu em Évora, na passada semana, e onde foram entregues os ‘Prémios Valorfito 2016’.

De acordo com António Lopes Dias, para além do aumento de embalagens devolvidas, o número de pontos de retoma também cresceu, existindo neste momento 918 locais ativos em todo o país.

Prémios Valorfito - Vida Rural

“Em 2016 continuámos a crescer, e os resultados são bem visíveis. Ainda que precisemos de continuar a informação e penetração em algumas regiões do país, é notória a importância do Valorfito e o reconhecimento da sua missão a nível nacional”, referiu António Lopes Dias.

“Para o médio prazo vamos procurar alargar a nossa ação a todos os resíduos produzidos pela atividade agrícola, integrando resíduos como as embalagens de adubos e dos fertilizantes, as tubagens da rega e os plásticos”, concluiu.

Depois da apresentação destes números foram entregues 19 “Prudêncios”, o nome pelo qual são conhecidas as estatuetas dos ‘Prémios Valorfito’. Em competição estavam as categorias: ‘Quantidade e Crescimento’, a nível regional; e ‘Excelência’, ‘Investimento’, ‘Cooperativa’ e ‘Missão Impossível’.

“Sabemos que o sucesso do sistema depende da motivação e empenho dos Pontos de Retoma, não só para uma melhoria quantitativa e qualitativa do Valorfito, como também para a sua sustentabilidade, através da contribuição que essas funções têm no cumprimento dos objetivos a que o sistema se propõe e a que se obrigou perante a tutela”, explicou o diretor-geral do sistema.

Na edição deste ano foram premiados:

Prémios Nacionais

Excelência: Marreiros, Lda;

Investimento: Marreiros, Lda;

Missão Impossível: J. Oliveira & Domingues, Lda; Amândio Machado & Ca.Lda; Joaquim D. D. Comba Ribeiro; e Manuel Gomes Lourenço, Lda;

Cooperativa: Coop. Agr. Beja e Brinches;

Prémios Regionais

Algarve e Ilhas

Prémio Quantidade: Messinagro, Lda;

Prémio Crescimento: Coop. Agr. Bom Pastor;

Alentejo

Prémio Quantidade: Protejagro, Lda;

Prémio Crescimento: Coop. Agr. Beringel;

Ribatejo

Prémio Quantidade: Borrego Leonor & Irmão, S.A.

Prémio Crescimento: Edmundo e Almeida Domingos, Lda;

Oeste

Prémio Quantidade: Casa Queridos, Lda;

Prémio Crescimento: Regaoeste, Lda;

Interior Norte

Prémio Quantidade: Prorural, Lda;

Prémio Crescimento: Pereiras & Almeida, Lda;

Litoral Norte

Prémio Quantidade: J. Oliveira & Domingues, Lda;

Prémio Crescimento: A. Teixeira da Silva, Lda;