Vinhas e Vinho

Conservante natural para vinho vence “Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola”

Portugal deverá ser o único país da UE a aumentar produção de vinho, diz OIV

Já foram anunciados os vencedores da 6ª edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola, que distingue projetos inovadores, ligados ao meio rural e desenvolvidos no nosso país.

O projeto ChestWine venceu na categoria Produção, Transformação e Comercialização, com a utilização da flor de castanheiro como conservante natural isento de toxicidade para o vinho, o que cria uma alternativa aos sulfitos adicionados e “proporciona ao consumidor um vinho biodinâmico, diferenciado, seguro e portador de propriedades bioativas”, segundo o comunicado.

O mesmo projeto foi também vencedor da distinção Born From Knowledge – BfK AWARDS, que distingue a entidade ou projeto com maior destaque em atividades de Investigação & Desenvolvimento (I&D). A distinção é uma das iniciativas do programa Born From Knowledge (BfK), um programa de valorização do conhecimento científico e tecnológico promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior através da Agência Nacional de Inovação. A entrega dessa distinção ficou a cargo Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira.

Na categoria Desenvolvimento Rural foi premiado o projecto Forest Supervisor, que consiste num sistema de deteção de fogos florestais e que analisa: temperatura, humidade, CO2, direção e velocidade do vento. Através de sensores de inteligência artificial o sistema deteta e prevê fogos 24/7.

O projecto Phytoalgae é o vencedor da categoria Jovem Empresário Rural, que produz biomoléculas essenciais para a saúde humana, através do reaproveitamento dos resíduos agroindustriais para a produção biológica de microalgas endémicas da Região Autónoma da Madeira.

Na distinção Inovação em Parceria: Grupos Operacionais, o prémio foi atribuído à Waste2Value, que faz a valorização de subprodutos da atividade agrícola através da produção de alimentos compostos para animais, plásticos biodegradáveis e tratamento de efluentes animais.

Por último, o prémio de reconhecimento especial para a candidatura promovida por Associado do CA foi atribuído ao projeto Arouca Agrícola, uma estratégia municipal de melhoria das práticas agrícolas no território, que visa estimular o modo de produção biológico, apoiando o escoamento de produtos diferenciados (património genético e variedades regionais) e criando dinâmicas na vertente educativa (ambiental e alimentar), social (quintas terapêuticas) e turística (turismo agrícola).

O Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola é organizado pelo Crédito Agrícola e pela INOVISA, em articulação com a Rede Rural Nacional.

Aos projetos vencedores nas 3 categorias e 2 distinções de reconhecimento especial foi atribuído um prémio monetário de 5 mil euros por projeto.

A cerimónia da 6ª edição do PEICA, no âmbito do encontro “Centros de Competência e a Inovação na Agricultura”, realizou-se a 2 de dezembro, no Auditório da Reitoria da Universidade Nova de Lisboa, e contou com a presença do Secretário de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Nuno Russo.