Agroquímicos

Autorização do glifosato poderá ser renovada por mais 10 anos

Autorização de utilização do glifosato deverá ser renovada por mais 10 anos

Os comissários europeus estiveram recentemente reunidos para debater a autorização de utilização do glifosato na União Europeia e ficou decidido que a Comissão Europeia irá propor uma autorização por mais dez anos, como já tinha pedido o Comissário Europeu para a Agricultura, Phil Hogan.

O herbicida goza neste momento de uma autorização de 18 meses, desde o passado dia 30 de junho, depois de os Estados-Membros da União Europeia não terem conseguido chegar a um consenso sobre o tema, com países como Portugal, Alemanha e Itália a absterem-se da votação.

A Agência Europeia dos Produtos Químicos (ECHA) refere que mantém a sua posição em relação ao agroquímico, sublinhando que não existem evidências científicas que permitam classificar o glifosato como cancerígeno.