Apicultura

FNAP e INIAV querem revitalizar Posto Apícola

FNAP e INIAV querem revitalizar Posto Apícola

A Federação Nacional dos Apicultores de Portugal (FNAP) e o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV) assinam esta quarta-feira (13 de julho) um protocolo de colaboração técnico-científica cujo objetivo é a revitalização do Posto Apícola, estrutura de investigação, experimentação, formação e divulgação em Apicultura, situada na Tapada da Ajuda.

De acordo com a FNAP, este acordo pretende  “dinamizar estudos, atividades e projetos no espaço do Posto Apícola, que é propriedade do INIAV; aproximar o Posto da comunidade e dos operadores da fileira apícola, na ótica da promoção do intercâmbio e transmissão de conhecimentos, contribuindo para a afirmação da sua relevância no setor apícola nacional.”

O Posto Central de Fomento Apícola foi criado em 1931 pelo ministro Linhares de Lima e em 1936 viu as suas funções serem alteradas, sendo hoje considerado um local histórico com um papel preponderante na modernização da apicultura mobilista. Em comunicado, a FNAP refere que o espaço conta com “infraestruturas que poderão ser postas ao serviço da investigação em apicultura, nomeadamente um apiário experimental, uma melaria, oficinas de apoio e um laboratório.” Para além disso, atualmente, o espaço tem 50 colónias instaladas em colmeias tipo lusitana.

Dados da Comissão Europeia revelam que Portugal atingiu um número recorde de 700 000 colmeias em 2016, um crescimento de 23,5%, embora se mantenha a tendência de diminuição do número de explorações (10 698) dos últimos anos.