Agricultura

Bayer e Bosch estudam forma de otimizar aplicação de herbicidas

Bayer e Bosch estudam forma de otimizar aplicação de herbicidas

A Bayer e a Bosch revelaram esta quinta-feira (21 de setembro) que irão iniciar um projeto de investigação de três anos com o objetivo de desenvolver uma forma de otimizar a aplicação de herbicidas nos campos de produção agrícola. O objetivo das empresas é criar uma tecnologia de ‘spray inteligente’.

“A utilização inteligente de spray limpa de forma sustentável os campos. Não só protege a colheita, como também o meio ambiente”, defende Markus Heyn, membro do Conselho de Administração da Bosch.

“Em conjunto com a Bosch, queremos inovar combinando diferentes tecnologias. O nosso objetivo é que os herbicidas sejam utilizados apenas onde são realmente necessários”, acrescenta Tobias Menne, responsável pela agricultura digital na Bayer.

De acordo com as empresas, “nos campos, culturas como a do milho e do trigo competem com as ervas por água, nutrientes e um lugar ao sol. O resultado: colheitas mais pobres. A utilização em larga escala de herbicidas é, por norma, a única solução para combater de forma eficiente estas plantas indesejadas, apesar das ervas não crescerem de forma uniforme por todo o campo. O resultado são colheitas e solos aráveis polvilhados com pesticidas, o que pode ser mau para o ambiente.”

Com recurso a câmaras com sensores, a Bayer e a Bosch pretendem criar uma tecnologia capaz de distinguir as ervas para aplicar os pesticidas apenas onde é necessário. “Com a pulverização inteligente, conseguimos trazer mais inteligência para os campos”, refere Johannes-Jörg Rüger, responsável da unidade de veículos comerciais e off-road da Bosch.

“Esta tecnologia funciona da seguinte forma: antes de os agricultores se dirigirem aos campos, um ‘gestor digital das plantações’ ajuda-os a analisar a situação e recomenda o melhor momento para tratar das ervas. Numa única fase, as ervas são identificadas de forma precisa e o pesticida é pulverizado num único processo à medida que atravessa o campo. Múltiplas câmaras espalhadas por toda a largura do pulverizador captam séries contínuas de imagens, identificando as diferentes ervas e permitindo que o tratamento seja definido e otimizado. Enquanto o aspersor das colheitas percorre o campo, o herbicida é pulverizado na quantidade necessária e misturado utilizando os parâmetros apropriados de aplicação. Assim, as ervas relevantes são atingidas, deixando intactas áreas sem ervas. Tudo isto ocorre a uma velocidade estrondosa – milissegundos, mais precisamente”, revelam.