Pecuária

Criada nova norma de certificação portuguesa para produtores de bovinos

Criada nova norma de certificação portuguesa para produtores de bovinos

A Direção Geral da Alimentação e Veterinária (DGAV), o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) e a Faculdade de Medicina Veterinária Universidade de Lisboa criaram a primeira Norma de Certificação IBR (Rinotraqueite Infeciosa Bovina) e BVD (Diarreia Vírica Bovina) em Portugal.

De acordo com o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, “para todos os produtores de gado bovino, a erradicação da IBR e da BVD é um objetivo e um fator diferenciador para a bovinicultura, que pode aumentar a eficiência reprodutiva e, consequentemente, a rentabilidade das explorações.”

Esta norma de certificação é, assim, o culminar de um trabalho de vários anos e que conjuga as forças de várias entidades. De acordo com os responsáveis, a sua introdução “representará ganhos não só a nível do mercado nacional, cujas explorações certificadas passarão a apresentar menos perdas de produção, como também nos mercados internacionais, muitos dos quais não permitem qualquer comercialização sem a certificação de IBR e BVD.”

A certificação poderá ser também uma forma de valorizar o produto nacional e de aumentar os rendimentos das explorações pecuárias, ao mesmo tempo que potencia a capacidade exportadora e a competitividade nos mercados nacionais.