Regadio

EDIA está a desenvolver sistema de produção de energia que promete reduções nos custos da água

EDIA está a desenvolver sistema de produção de energia que promete reduções nos custos da água

A EDIA, entidade responsável pela gestão das infraestruturas de Alqueva, está a desenvolver um sistema de produção de energia para as estações elevatórias da barragem que promete reduzir os custos da fatura da água na região.

De acordo com a Rádio Renascença, a notícia foi avançada por Pedro Salema, Presidente da EDIA, que explica que este sistema irá alimentar 47 estações elevatórias de alto consumo ao mesmo tempo que diminui os custos da água, não se sabendo ainda quanto.

“Nós podemos ter economias interessantes mas que já foram acauteladas na última revisão do tarifário de Alqueva e, portanto, não quero prometer baixas de preço quando já baixámos o preço no ano passado em 25% a pensar em economias que íamos ter”, revelou Pedro Salema.

“Os preços em Alqueva são definidos pelo Governo, tem sido um despacho tripartido entre o ministro da Agricultura, o ministro das Finanças e o ministro do Ambiente, que fixa o tarifário de Alqueva e acho que vai continuar a ser assim, portanto cabe aos senhores governantes tomarem essas decisões. A nós cabe-nos encontrar as soluções que baixam o custo e depois apresentar resultados”, acrescentou ainda.

A rede de distribuição de água em Alqueva vai sofrer uma expansão de cerca de 50 mil hectares, contando para isso com um investimento de 230 milhões de euros no âmbito do Plano Nacional de Regadio.