Financiamento

Governo recebe 22 mil candidaturas a apoios pelos incêndios

Governo recebe 22 mil candidaturas a apoios pelos incêndios

O Governo recebeu cerca de 22 mil candidaturas de agricultores afetados pelos incêndios de 15 de outubro. De acordo com o ministro da Agricultura, Capoulas Santos, a estas candidaturas corresponde um apoio de cerca de 60 milhões de euros.

De acordo com os dados revelados pelo Ministério da Agricultura, no caso dos apoios até 1000 euros, o ministério recebeu 6008 candidaturas; entre 1053 e cinco mil euros cerca de 15 mil candidaturas e acima dos cinco mil euros foram registadas “20 e tal candidaturas”, segundo Capoulas Santos.

Acima dos cinco mil euros, as candidaturas estão a registar, em média, um prejuízo de cerca de 400 mil euros, uma vez que o total dos pedidos acima dos cinco mil euros “superam os dez milhões de euros”, revelou Capoulas Santos.

A região afetada pelos fogos de 15 de outubro é uma região que se caracteriza pela “muito pequena agricultura”, o que de acordo com o Ministro da Agricultura se tem revelado “um problema burocrático complicado”, uma vez que muitos produtores “não têm conta bancária”.

O responsável pela pasta da Agricultura espera pagar até ao final deste ano 100% do prejuízo aos agricultores que registaram perdas até mil euros e garantir um adiantamento “não inferior a 70%” para todos os outros produtores.

Em janeiro, por sua vez, será feita uma verificação das candidaturas, já que existem “algumas centenas de casos” com incongruências.