Pecuária

Inspetores veterinários da DGAV voltam a fazer greve

Inspetores veterinários da DGAV voltam a fazer greve

A Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS) manifestou esta sexta-feira (25 de maio) a sua preocupação com os possíveis efeitos da greve dos inspetores veterinários da DGAV, com início a 28 de maio, no bem-estar dos animais nas explorações pecuárias.

O Sindicato Nacional dos Médicos Veterinários emitiu recentemente um pré-aviso de greve que dá nota de que, entre os dias 28 de maio e 2 de junho, os médicos veterinários da inspeção sanitária da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária irão fazer greve, assegurando apenas os serviços mínimos obrigatórios.

De acordo com a FPAS, esta greve “terá efeitos nefastos sobre o bem-estar dos animais, uma vez que inibirá a saída dos mesmos para abate, provocando anomalias graves no funcionamento das explorações suinícolas portuguesas. Por outro lado, esta greve condicionará a oferta de carne de porco portuguesa para abastecimento ao mercado nacional, favorecendo a importação de carne espanhola, o que é igualmente motivo de preocupação para o sector, uma vez que provocará fortes danos económicos para o mesmo.”