Tecnologia e Máquinas Agrícolas

Mecanização da colheita é incontornável

Mecanização da colheita é incontornável

“Preparem-se porque a mecanização é incontornável e este negócio vai evoluir muito rapidamente neste caminho”. As palavras são de Elvin Stoltzfus, presidente da fabricante norte-americana Pik Rite, que está em Lisboa a participar numa conferência sobre desafios para os produtores de pimento, organizada pela Bayer.

Elvin Stoltzfus reconhece que a pequena dimensão das propriedades pode constituir um problema e que abaixo dos cinco hectares será muito complicado trabalhar com colheita mecanizada, mas frisa que “uma máquina substitui, no mínimo, 50 pessoas, e isso é decisivo. Para além disso, as máquinas de nova geração podem trabalhar em condições atmosféricas adversas, como chuvas intensas, o que é uma vantagem competitiva”.

Stoltzfus frisou ainda que o retorno do investimento de uma máquina de colheita varia entre os 3 e os 5 anos, mas sem contabilizar todos os ganhos de eficiência que a exploração incorpora. Quanto a preços, estas máquinas rondam os 250.000 dólares, mas é possível encontrar no mercado de usados equipamentos metade deste valor.