Financiamento

Países africanos vão receber financiamento para modernizar a agricultura

Países africanos vão receber financiamento para modernizar a agricultura

11 países africanos vão receber financiamento internacional de cerca de 234 milhões de euros para modernizar o seu setor agrícola. O financiamento será disponibilizado pela Parceria para a Transformação Agrícola Inclusiva em África (PIATA), financiada pela Fundação Bill Gates e Melinda Gates, Fundação Rockefeller e Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID).

De acordo com os promotores da iniciativa, o objetivo é beneficiar pelo menos 11 países africanos, entre os quais Moçambique, e, assim, impulsionar uma “revolução verde” e “catalisar e apoiar a transformação agrícola inclusiva, o que vai aumentar os rendimentos e melhorar a segurança alimentar de 30 milhões de pequenas explorações agrícolas familiares”.

Um relatório recentemente divulgado sobre o estado atual da agricultura em África indica que apesar de mais de 50% da população africana estar ligada ao sector da agricultura, menos de 1% dos empréstimos bancários estão direcionados para este segmento, sendo por isso essencial a “injeção de recursos financeiros” na transformação da cadeia agroalimentar da região.

A Aliança para uma Revolução Verde em África (AGRA) será a entidade responsável pela concretização deste projeto de financiamento, que terá como prioritários países como Gana, Nigéria, Mali, Burkina Faso, Ruanda, Uganda, Quénia, Etiópia, Tanzânia, Malawi e Moçambique.