Floresta

Portugal volta a ser o país da UE com maior área ardida

Portugal volta a ser o país da UE com maior área ardida

Em 2018, Portugal voltou a ser o país da União Europeia com maior área ardida em incêndios florestais, num total de 37 357 hectares, revelou esta segunda-feira (4 de novembro) a Comissão Europeia.

De acordo com a Comissão Europeia, em 2018, o Sistema Europeu de Informação sobre Fogos Florestais registou 86 incêndios em Portugal, num total de 37 357 hectares ardidos. “Embora Portugal fosse, mais uma vez, o país com a maior área ardida, a área total foi apenas uma pequena fração da superfície ardida em 2017 e um dos totais mais baixos dos últimos dez anos”, diz a Comissão em comunicado.

Em 2018, o Mecanismo de Proteção Civil da UE foi ativado cinco vezes para fazer face a incêndios florestais na Europa: em Portugal, na Suécia, na Grécia e na Letónia. Assim, só no verão do ano passado, foram mobilizados 15 aviões, seis helicópteros e mais de 400 bombeiros, tendo a UE suportado 1,6 milhões de euros em custos de transporte para os países afetados.

Ao todo, no ano passado, os incêndios florestais destruíram cerca de 178 000 hectares de florestas e terrenos na União Europeia.  Entre os países com maior área ardida no ano passado estão também Itália (147 incêndios e 14 649 hectares), Espanha (104 incêndios, 12 793 hectares) e Reino Unido (79 incêndios, 18 032 hectares).