Hortofrutícolas

Preço da batata cai 71% em julho

Preço da batata cai 71% em julho

O índice de preços da batata registou uma quebra de 71% em julho deste ano face ao período homólogo. De acordo com os dados do INE, para além da batata, registaram também quebras nos preços os hortícolas frescos (-23,3%), os frutos (-17,6%), as aves de capoeira (-9,2%) e os ovinos e caprinos (-0,4%).

Os produtores de batata têm vindo a reclamar medidas de apoio para responder à acentuada queda dos preços pagos ao produtor nos últimos meses devido ao excesso de oferta. A PORBATATA – Associação da Batata de Portugal chegou inclusive a defender que o excesso de produção de batata no mercado nacional só podia ser resolvido com a retirada de produto do mercado.

A resposta do Ministério da Agricultura foi a criação de uma linha de crédito de 3 milhões de euros para apoiar os produtores nacionais de batata no armazenamento da produção deste ano e evitar vendas abaixo do custo de produção.

Na passada semana, também a Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) e a Porbatata – Associação da Batata de Portugal anunciaram um acordo para promover o consumo de batata portuguesa.

Segundo a APED, “as sinergias entre o setor da Distribuição e a fileira da batata têm por objetivo, no imediato, dar resposta ao atual contexto, em que se regista excesso de produto disponibilizado no mercado e dificuldades de escoamento no mercado nacional e para mercados externos, nomeadamente em Espanha e França, onde se verifica igual conjuntura”.