Vinha e Vinho

Região dos Vinhos Verdes espera crescimento de 15% na produção

Região dos Vinhos Verdes espera crescimento de 15% na produção

A Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV) prevê um crescimento de 15% na vindima desta campanha, que este ano deverá antecipar-se e começar já em agosto.

Em comunicado, a CVRVV explica que por detrás das previsões positivas estão as condições climatéricas “excecionais” da primavera de 2017, que promoveram “um bom vingamento, fraca pressão de míldio e uma área de vinha nova bastante significativa”.

“Após um Inverno similar ao do ano anterior, mas com condições climáticas na Primavera excecionais, 2017 tem favorecido o vingamento da maior parte das castas sem registo de graves ataques de doenças e pragas. Se, nas uvas brancas – que assumem o papel principal na produção da Região – o aumento de produção chega aos 15%, no caso das uvas tintas regista-se um incremento de 10% face a 2016”, explica.

Manuel Pinheiro, Presidente da CVRVV, acrescenta que “a previsão de continuidade de um verão quente leva-nos a crer que a data da vindima pode ser antecipada para as últimas semanas de agosto. Neste momento, sabemos já que a colheita será de excelente qualidade e que aumentaremos a produção, o que corresponde às necessidades dos produtores face ao crescimento que o mercado externo vem assumindo consistentemente desde 2004.”

Na última campanha, a região dos Vinhos Verdes produziu cerca de 80 milhões de litros, grande parte dos quais seguem já para mercados internacionais, nomeadamente os Estados Unidos da América, onde a CVRVV tem apostado mais.