Agroindústria

Tété investe 1M€ na sua fábrica

Tété-queijos-Vida Rural

A Tété anunciou esta semana um investimento de 1 milhão de euros na sua unidade de produção com o objetivo de a ampliar e de melhorar a sua capacidade produtiva. A empresa revela ainda que está a concorrer, em consórcio com outras 12 entidades nacionais e internacionais, a um projeto de I&D europeu para a implementação de metodologias inovadoras na indústria de lacticínios.

Sobre as obras de renovação da sua unidade de produção, a Tété revela que compreendem “para além das óbvias remodelações aos edifícios, a compra de novos equipamentos e a reestruturação de linhas de embalagem e produção. Este acréscimo de cerca de 30% de área total e consequente aumento de capacidade produtiva, representa uma aposta no futuro a longo prazo da empresa, e um passo claro no sentido de a Tété se implementar como uma referência no mercado dos lacticínios.”

João Amaro, diretor geral da Tété, explica que este investimento de 1 milhão de euros é importante por “dotar as nossas instalações de novas, maiores e melhores áreas de produção, armazenamento, zonas sociais e administrativas.” A previsão é de que esta reestruturação esteja concluída até novembro deste ano.

Tété investe 1 milhão de euros na sua fábrica

A empresa refere também que tem vindo a apostar, ao longo dos últimos dois anos, na aproximação a diversas entidades científicas nacionais e tentando fazer um esforço consciente para a transferência de conhecimentos das universidades para o mundo empresarial. “São estas as duas bases fundamentais para o crescimento da Tété: por um lado um investimento nas infraestruturas e, por outro, uma estreita ligação com os organismos científicos nacionais, transferindo conhecimento para dentro da empresa, criando valor acrescentado na cadeia produtiva”, acrescenta a empresa.

Por esta razão, a empresa está em concurso para um projeto de I&D internacional para a implementação de metodologias inovadoras na indústria de lacticínios, uma postura que, de acordo com o diretor geral da Tété, “será para ser mantida e, até, ser incorporada no ADN da própria empresa”.