Leite

250 produtores de leite abandonam a atividade em 2015

250 produtores de leite abandonam a atividade em 2015

250 produtores de leite nacionais já abandonaram a atividade em 2015. As estimativas são da Fenalac – Federação Nacional de Cooperativas de Produtores de Leite, que refere que o fim das quotas leiteiras na UE e a liberalização do setor contribuíram “sobremaneira para o aumento dos excedentes de leite, fragilizando em particular os países periféricos, com condições naturais mais difíceis para a produção de leite.”

De acordo com a federação, “Portugal não tem sido uma exceção a este panorama, com a agravante de ser um dos países da UE com maior crescimento da produção (+5% no primeiro trimestre de 2015), facto que pressiona adicionalmente a remuneração da matéria-prima.”

Nesse sentido, a Fenalac diz ter adotado uma “atitude responsável e proactiva na tentativa de estabilizar o mercado, implementando cortes autoimpostos na produção dos respetivos produtores até ao final de 2015, os quais devem variar entre os -5% e os -10%, em relação ao primeiro semestre de 2015.”

No entanto, apesar destes esforços, a organização defende que são precisas “atitudes complementares por parte dos restantes operadores da fileira. Destacamos a Distribuição, na medida em que continua a importar leite e produtos lácteos em grande escala, quando na maior parte dos casos existe disponibilidade nacional para tal. Valores oficiais (INE) indicam que apenas nos cinco primeiros meses de 2015 as importações de produtos lácteos já somaram 164 milhões de euros.”

“Este comportamento é desastroso para a economia nacional, pois representa produção nacional que não é escoada e uma pressão acrescida sobre a rentabilidade da produção comercializada. Além disso, frequentemente regista-se uma concorrência pouco leal sobre as marcas nacionais, pois as importações são, em grande medida, excedentes de outros países comercializados com a marca da distribuição e cujo preço não reflete racionalmente os custos de produção”, conclui.

De acordo com dados da Fenalac, existem atualmente em Portugal cerca de 6500 produtores de leite, sendo que a produção de leite representava 730 milhões de euros em 2013, o equivalente a 31% da produção animal e a 13% da produção agrícola.