Agricultura

Álvaro Amaro defende adiamento da apresentação de estratégias «do Prado ao Prato»

Álvaro Amaro defende adiamento da apresentação de estratégias «do Prado ao Prato»

Em audição na Comissão da Agricultura do Parlamento Europeu com Frans Timmermans, vice-presidente da Comissão Europeia com a pasta do Green Deal, o eurodeputado do PSD Álvaro Amaro defendeu o adiamento da apresentação das estratégias «do Prado ao Prato» e para a Biodiversidade, prevista para o próximo dia 20 de maio.

De acordo com o deputado, “não podemos ter duas políticas agrícolas ao mesmo tempo”, advertindo ainda que “reformas não são revoluções”. Para Álvaro Amaro, este não é o tempo de apresentar estratégias, por estarem em discussão as medidas transitórias e a reforma da Política Agrícola Comum (PAC), acreditando que correm o risco “de enviar um sinal errado aos agricultores”.

Álvaro Amaro questionou Timmermans sobre como iria o investimento necessário ser traduzido no plano de recuperação, questionando se não estaria a ser pedida uma maior adaptabilidade aos agricultores do que aos restantes.

Por fim, o eurodeputado um apoio inequívoco à PAC, interrogando se, “com a apresentação destas estratégias, não estará a querer acabar com a PAC como a conhecemos”, reiterando que “todas as estratégias são boas, mas a melhor estratégia é defender os agricultores”.