- Vida Rural - https://www.vidarural.pt -

APORMOR repudia cortes nos apoios às Medidas Agro-Ambientais

A APORMOR – Associação de Produtores de Bovinos, Ovinos e Caprinos da Região de Montemor-o-Novo manifestou “o seu mais veemente repúdio” sobre o anúncio dos cortes nos apoios às Medidas Agro-Ambientais através de comunicado.

Esta entidade associa-se, assim, à indignação geral manifestada pelos agricultores [1] espoletada pelo comunicado da Ministra da Agricultura, no qual foi anunciado que os agricultores poderiam apenas optar por uma única medida [2] Agro-Ambiental na candidatura do Pedido Único de 2020.

“Consideramos que esta decisão rompe com os compromissos assumidos no atual Quadro Comunitário de Apoio (QCA), que deveriam continuar até à definição do próximo QCA, e é uma opção puramente economicista e até incongruente com o programa do Governo, que se compromete em «promover uma agricultura resiliente» e a «adotar medidas de gestão e conservação do solo, a apostar em pastagens permanentes semeadas e melhoradas, a apoiar e dinamizar a silvopastorícia extensiva». No entanto, vem agora dar um passo atrás, cortando precisamente nos apoios de Medidas Agro-Ambientais que promovem estas boas práticas agrícolas”, refere a associação em comunicado, reforçando que “os agricultores não têm culpa que, por responsabilidade exclusiva dos decisores políticos, as negociações da nova Política Agrícola Comum estejam paradas.”.

A associação referiu também que, caso se mantenha esta medida, o Governo e a Ministra da Agricultura ficam “responsáveis pela inviabilidade económica e financeira de inúmeras explorações agrícolas e pelo agravamento do despovoamento do mundo rural”.