Quantcast
Agroindústria

Associação de Desenvolvimento Rural aposta em frutiturismo na Cova da Beira

A RUDE, sob o conceito de frutiturismo ou turismo da fruta, criou experiências turísticas associadas às frutas produzidas na Cova da Beira.

A RUDE – Associação de Desenvolvimento Rural, sob o conceito de frutiturismo ou turismo da fruta, criou um portefólio de experiências turísticas associadas às frutas produzidas na Cova da Beira, em particular, as frutas qualificadas (IGP e DOP) produzidas no território. Em comunicado, a RUDE revela que o projeto se chama “Pomar da Cova da Beira”.

O objetivo do projeto é unir esforços para converter-se numa referência no país nos segmentos de turismo rural, agrário, de natureza e sustentável.

O “Pomar da Cova da Beira” conta com o apoio e cooperação dos municípios de Belmonte, Covilhã e Fundão e da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela e mobiliza a comunidade local, os produtores frutícolas, as associações de produtores, os empresários, as empresas de animação turística, as unidades de turismo em espaço rural, a restauração e as unidades hoteleiras da região.

A iniciativa, inserida na Estratégia de Desenvolvimento Local Cova da Beira 2020, será cofinanciada por fundos europeus durante os próximos dois anos e desenvolver-se-á em torno de 4 eixos de trabalho, sequenciados e interligados entre si, desde o conhecimento do território e da fileira frutícola, o levantamento do seu potencial turístico, ao desenho e estruturação das experiências turísticas, passando pela capacitação e a animação territorial e a comunicação e promoção do destino e das experiências turísticas produzidas.

O projeto de frutiturismo pretende responder “à nova tendência do comportamento do consumidor turístico, especialmente no pós-pandemia, nomeadamente, a preferência por destinos de baixa densidade, que proporcionem uma experiência em comunhão com a natureza, num ritmo mais lento, vivenciando o estilo de vida e a cultura local, permitindo um maior envolvimento com a comunidade e a desconexão da rotina”.