Agroindústria

Azeite já representa 9% do valor da produção agrícola nacional

Azeite já representa 9% do valor da produção agrícola nacional

O volume de negócios da fileira do azeite nos últimos três anos, englobando a produção de azeitona para azeite e a produção de azeite, representou um volume de negócios superior a 620 milhões de euros, o que é 2,5 vezes superior ao volume de negócios do triénio 2010/2012.

As exportações nacionais têm crescido de forma marcada nos últimos anos, atingindo em 2017 um valor próximo dos 500 milhões de euros (em comparação com 80 milhões de euros em 2005), num volume que corresponde a 132.000 toneladas e que coloca Portugal como o 5º maior exportador mundial de azeite.

Contas feitas, o setor do azeite contribui positivamente com 144,405 milhões de euros para o saldo da balança do complexo agroalimentar nacional.

7 milhões de dias de trabalho

O emprego relacionado com o setor representa mais de 7 milhões de dias de trabalho em cada campanha, equivalendo ao trabalho de 32.000 pessoas a tempo inteiro, apesar da sazonalidade de muitas tarefas. Este emprego está distribuído 79% na olivicultura, 12% na produção de azeite, 7% na comercialização e 2% na refinação.

Os números constam do estudo ‘Alentejo: A Liderar a Olivicultura Moderna Internacional’, coordenado pela Consulai e pela Juan Vilar Consultores Estratégicos, apresentado no passado dia 26 de novembro, nas Jornadas da Olivum. Azeite já representa 9% do valor da produção agrícola nacional