Produção

CAP contra propostas para taxar carnes e madeiras

A CAP – Confederação dos Agricultores de Portugal, manifestou-se contra as propostas de Orçamento de Estado apresentadas com o objetivo de taxar a madeira e a carne. De acordo com comunicado enviado à VIDA RURAL, a CAP considera as taxas profundamente demagógicas e infundadas e que estas “fazem perigar o equilíbrio do setor agrícola, dos agricultores e, inclusivamente, atingem de forma negativa os consumidores”.

Para esta associação as taxas “prejudicam o mundo rural”, uma vez que a taxa sobre a madeira afetaria todas as empresas nacionais que utilizam e transformam recursos florestais e, por sua vez, a taxa sobre a carne afeta toda a produção pecuária.

De relembrar que o processo de tramitação orçamental, no Parlamento, termina com a votação final global do Orçamento do Estado para 2020 e Grandes Opções do Plano para 2020, a 6 de fevereiro.