Quantcast
Agricultura

CNA defende que feiras e mercados locais devem funcionar durante novo confinamento

iStock  e

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) reiterou hoje, dia 12 de janeiro, a importância de as feiras e mercados de proximidade pertencerem abertas durante o novo confinamento.

Em comunicado, a CNA refere que os espaços contribuem para “a dinamização das economias locais e possibilitam à população o consumo de alimentos sazonais de qualidade”. A confederação nota que “ao funcionarem em espaços mais arejados, abertos ou amplos, sem os grandes aglomerados de outras superfícies comerciais fechadas, dão também garantias de segurança”.

A CNA relembra a sua ação para impedir o encerramento em novembro das feiras e mercados locais. Por isso, “volta a reclamar ao Ministério da Agricultura e ao Governo que defendam a Agricultura Familiar e o direito da população a uma alimentação adequada e não incorram no mesmo erro pela terceira vez”, uma vez que os espaços estiveram fechados no primeiro confinamento e podiam ter fechado em novembro.

Em comunicado, também pede mais apoios à produção nacional e à agricultura familiar. A CNA pede ainda que seja salvaguardada a circulação dos Agricultores para as suas explorações e no âmbito da sua atividade.

A CNA deixa um último apelo para o reforço do Serviço Nacional de Saúde no meio rural.