Azeite

COI prevê subida na produção mundial de azeite

Produção de azeite sofre quebra de 32% face à campanha anterior

O Conselho Oleícola Internacional (COI) prevê que a produção mundial de azeite atinja as 2.988.500 toneladas na campanha de 2015/2016, o que corresponde a um aumento de 22,2% face à campanha anterior.

De acordo com a organização, da produção total de azeite prevista, 2.049.500 toneladas deverão ser provenientes da União Europeia, mais 42,9% face à campanha de 2014/2015. Espanha continuará a liderar a lista dos maiores produtores, com 1.300.000 toneladas de azeite produzidas, um incremento de 54,5% face ao período homólogo.

Depois de Espanha segue-se Itália, que apesar da ameaça da xylella fastidiosa deverá registar uma produção de 350.000 toneladas (+57,6%), seguida da Grécia, com 300.000 toneladas, um valor que se assemelha ao da campanha anterior, e de Portugal, com uma previsão de 82 000 toneladas, mais 34,4% do que na campanha anterior.

Depois dos produtores da UE, entre os maiores produtores de azeite desta campanha deverão estar a Síria, com 215.000 toneladas, e a Turquia, com 143.000 toneladas.

Por outro lado, e de acordo com dados do COI, o consumo mundial de azeite deverá ascender aos 2.989.000 de toneladas, o que supõe um aumento de 4,6% face à campanha anterior, com a União Europeia a manter-se na dianteira como a região que mais consumirá azeite, com um total de 1.615.000 toneladas (+5,4%).