Agricultura

Covid-19: Governo define orientações específicas para setor agrícola

UE anuncia medidas de emergência contra vírus do fruto rugoso castanho do tomateiro

A ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou no último sábado, dia 6 de junho, que estão a ser definidas, em conjunto com o Ministério da Agricultura, orientações específicas, no âmbito da pandemia da covid-19, para o setor agrícola, especificamente definidas para as colheitas.

Marta Temido explicou que o Governo tinha informação de alguns casos positivos associados a locais de trabalho específicos – pelo menos 11 trabalhadores  infetados numa central fruteira no Bombarral – que estão a ser preparadas diretrizes que estão mais relacionadas “com cuidados de distanciamento físico e higienização” do que com uma estratégia de rastreio.

“Estamos a falar de atividades que decorrem maioritariamente ao ar livre, onde antecipamos que o risco principal possa ser associado a pessoas que, depois, têm um convívio em termos de habitação conjunta. Portanto, estamos a trabalhar no sentido de prepararmos este processo, sabendo que vem aí uma fase de colheitas de um conjunto de áreas da agricultura. Tanto quanto sabemos, esta situação específica estará controlada”, refere a ministra, citada pelo Observador, em notícia da Agência Lusa.