Fitofarmacêuticos

Anipla diz-se “desapontada” com licença de utilização do glifosato por 18 meses

aplicação de fitofarmacêuticos

 

A utilização do herbicida glifosato na União Europeia foi autorizada por um período de mais 18 meses. A Anipla – Associação Nacional da Indústria para a Proteção das Plantas emitiu entretanto um comunicado onde se assume desapontada com a decisão.

Na nota enviada às redações, a associação refere que “na certeza de que muitos vão retratar esta decisão como uma espécie de vitória para a indústria fitofarmacêutica, a verdade é que estamos desapontados.”

“Depois da Comissão Europeia ter proposto, originalmente, uma reaprovação do uso do glifosato por um período de 15 anos, ficamos agora, e apenas, com uma extensão de 18 meses, aguardando que, durante esse período, se realize uma nova avaliação para adicionar às já existentes 90 000 páginas que resumem 3 500 estudos de evidências científicas”, continua.

De acordo com a Anipla, esta decisão “serve apenas para demonstrar que o que deveria ter sido um processo de decisão tomado com base em critérios científicos, foi completamente prejudicado e adulterado pela componente política.”