Agricultura

Já são conhecidas as 10 portuguesas que vão participar no programa EWA

ONU aconselha dieta à base de plantas e alimentos de origem animal sustentáveis para combater alterações climáticas

Foram anunciados os nomes das dez portuguesas que vão participar no programa europeu Empowering Women in Agrifood (EWA).

O programa realiza-se pela primeira vez em Portugal e pretende motivar empresárias em estágio inicial, equipando-as com o conhecimento, a confiança e as redes adequadas para iniciar e desenvolver negócios sustentáveis. Ao todo foram selecionadas 50 empreendedoras, 10 em cada país.

10 candidatas selecionadas em Portugal e os seus projetos:

– Mónica Venda – Veganchee, queijo e iogurte vegan

– Elsa Lamy – Tecnologia para testar o sabor dos alimentos com saliva

– Iracema Stramotas – Agrolux, Agricultura urbana (Aquaponics)

– Michele Frenkel – Shimejito, produção de cogumelos

– Débora Campos – AgroGrIN Tech, tecnologia para criar subprodutos a partir de resíduos alimentares

– Fernanda Vasconcelos – Nolita, lanches saudáveis

– Isabel da Nova – Bistrô Bekas, patés e snacks saudáveis

– Catarina Partidário – Mum’s Cooking, refeições saudáveis congeladas

– Inês Góis – Detox in a box, smoothies saudáveis e máquina criada

– Sandra Santos – Papinhas da Xica, alimentação saudável para crianças

O programa abriu candidaturas no início de maio e vai decorrer até novembro, incluindo sessões de formação online personalizadas e acesso a vários recursos para melhorar as competências das candidatas.

Serão ainda realizadas sessões de mentoria por parte de profissionais da área, de experts de negócios e de empreendedores de sucesso. Além disso, o programa dará às participantes acesso exclusivo a uma vasta rede de contactos, através da participação em eventos com stakeholders, mentores, bem como outras empreendedoras do ecossistema da agroalimentação. Finalmente, as beneficiárias poderão ganhar um prémio de até 10 000 euros, bem como acesso a investidores e a Business Angels.