Quantcast
Agroindústria

Praga Trioza erytreae é detetada na região do Algarve

A Direção Regional de Agricultura e Pesca do Algarve (DRAP Algarve) anunciou que foi assinalada a presença da praga psila africana Trioza erytreae Del Guercio no Algarve, na freguesia do Rogil, concelho de Aljezur (conforme despacho da DGAV n.º 51/G/2021, de 28 de setembro).

Em comunicado, a DRAP avança também que realizou, em articulação com a DGAV, uma largada do parasitoide Tamarixia dryi nesta região no dia 29 de setembro. “Esta espécie de parasitoide, específico para esta praga, utilizado já noutros locais do País, onde esta praga tem vindo a ser assinalada, tem revelado elevadas taxas de parasitismo, sendo considerado como um potencial organismo na aplicação da luta biológica contra esta importante praga da cultura dos citrinos”, explica a entidade.

 banner APP

O programa nacional de luta biológica contra o inseto Trioza erytreae tem vindo a decorrer desde outubro de 2019, em coordenação com os serviços fitossanitários espanhóis (que fornecem o parasitoide), visto que a praga também foi identificada na Galiza e nas Canárias.

A DRAP Algarve reforçou ainda a importância desta ação para a citricultura algarvia, por forma a obstaculizar o avanço deste inseto que para além de ser praga de quarentena é também um vetor da doença do greening dos citrinos (HLB).