Quantcast
Agroindústria

Previsões apontam para redução de produção de azeitona

As previsões agrícolas do Instituto Nacional de Estatística (INE), no Boletim Mensal de Agricultura e Pescas, apontam para uma quebra de 25% na produção da azeitona, face à campanha anterior. “A precipitação de outubro e novembro, próxima do final do ciclo produtivo dos olivais, ainda possibilitou uma recuperação em muitos olivais tradicionais de sequeiro, em particular no interior Norte”, revela o Boletim.

Quanto aos cereais, as previsões apontam que a área semeada de trigo mole, triticale, centeio e aveia vai ser semelhante à da campanha anterior. No trigo duro está prevista a redução de 5%.

No setor da pecuária, o peso limpo total de gado abatido e aprovado para consumo aumentou em novembro de 2020 (2,9% em relação a 2019). Também nas aves e coelhos existiu um crescimento (3,2% face a 2019). O volume de frango diminuiu 7,5%.

Já a produção de ovos de galinha para consumo registou um acréscimo de 8,1%. Foi recolhido mais leite (1,0%), apesar do decréscimo nos produtos lácteos (0,8%).

Em dezembro de 2020, as variações mais significativas, em módulo, no índice de preços de produtos agrícolas no produtor foram observadas na batata (+37,9%), frutos (+18,6%), azeite a granel (+18,2%), suínos (-24,4%), ovos (-16,8%) e hortícolas frescos (-14,7%).

Para mais informações, pode consultar o boletim.