Vinha e Vinho

Quinta de Soalheiro, a L’Campo e a delegação de Valença da APPACDM criam projeto social

Feira Nacional de Agricultura recebe Phil Hogan

O Clube de Produtores de Monovarietais do Vinho Verde, a Quinta de Soalheiro, a exploração vitícola L’Campo e a Delegação de Valença da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) assinam esta semana um acordo para o desenvolvimento do projeto social ‘Germinar’.

O projeto tem como objetivo a integração de jovens e adultos com dificuldades intelectuais e de desenvolvimento através do trabalho na vinha como forma de promover o seu desenvolvimento pessoal, profissional e emocional.

O motor central do projeto é António Matos, que para além de produtor de uvas é também Técnico Superior de Serviço Social, que irá fazer o acompanhamento in loco de todos os elementos.

“Depois de um ano de intenso trabalho e criação de sinergias, estão reunidas as condições para avançar de uma forma sustentada. A expetativa é, em breve, desenvolver um produto que possa autossustentar economicamente esta parceria. Pretende-se uma participação colaborante da sociedade, não numa lógica de caridade, mas numa lógica de reconhecimento da qualidade do produto produzido com a participação destas pessoas, que de outra forma não teriam essa possibilidade”, revela a Quinta de Soalheiro.