Vinho do Porto

Região do Douro define benefício de 111 mil pipas para esta vindima

Douro e Porto eleitos Wine Village of the Year

O Conselho Interprofissional do Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto aprovou o comunicado de vindima para este ano. De acordo com a Secretaria de Estado da Agricultura, este acordo “é bastante positivo para a Região Demarcada do Douro” e “era essencial para a estabilidade da região, uma vez que define em concertação com o sector a quantidade de vinho de Porto a produzir.”

Assim, o conselho interprofissional do IVDP fixou em 111 mil o número de pipas (550 litros cada) a beneficiar nesta vindima (quantidade de mosto que cada viticultor pode destinar à produção de vinho do Porto). Em 2014, foram transformadas 105 mil pipas de vinho do Porto na região do Douro. Este valor resulta do acordo entre a produção e o comércio.

Segundo o Secretário de Estado da Agricultura, José Diogo Albuquerque, “primeiro quero felicitar a região por ter chegado a este acordo tão importante e segundo felicitar a Federação Renovação do Douro por estar já a exercer o seu papel enquanto representante dos interesses dos viticultores durienses. Trata-se de um passo muito significativo num ano de resolução da Casa do Douro pois era fundamental que o Conselho Interprofissional do IVDP decidisse em tempo útil o benefício. Isto foi feito já com a nova Casa do Douro de direito privado o que marca um virar de página para a região. Agora com estes problemas de décadas resolvidos, podemos finalmente trabalhar com as organizações do sector para melhorar o preço da uva pago aos viticultores e conseguir reforçar a posição do Vinho do Porto de uma forma estratégica a nível mundial.”