Quantcast

Conferências Vida Rural

‘VERDES’ ANOS

A sustentabilidade está na ordem do dia e o setor vitivinícola tem assumido um pioneirismo notável na implementação de práticas mais ecológicas na sua atividade. Nos últimos anos multiplicam-se os bons exemplos, de norte a sul do país, de vinhas e adegas que transformaram os seus modos de produção e apostaram numa vitivinicultura mais ‘verde’.

Vamos saber o que está a ser feito e o que se prevê fazer a curto prazo para melhorar a eficiência e a rentabilidade, com a sustentabilidade na mira, sem comprometer a produção e qualidade. Mas também como comunicar tudo isto ao mercado nestes novos ‘verdes anos’.

Programa

09h00  Acreditação

09h20 Boas-vindas

09h25 Intervenção
G
ESTÃO DA BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO DO SOLO
Adaptar práticas reconhecidas de sustentabilidade a uma vinha concreta exige conhecimento e, já se sabe, não há fórmulas iguais para todos os produtores. Colocar em prática medidas de conservação de solo e promoção da biodiversidade a uma parcela é um exercício de gestão que coloca muitas questões, e opções, na hora de colocar na balança as vantagens e desvantagens.
. Quais as práticas já testadas com sucesso?
. Enrelvamento natural, semeado ou culturas de cobertura?
. Como adaptar ‘a fórmula’ às diferentes castas e tipos de vinha?
. A importância do conhecimento do solo e práticas de mobilização
. Como atrair auxiliares e polinizadores?
. Custos versus benefícios

Paulo Carvalho Pereira, consultor em agroecologia, COO NBI

09h55 Intervenção
ÁGUA: GERIR A ESCASSEZ E O EXCESSO
A gestão de recursos hídricos é um tema fulcral que não passa apenas pela questão do uso mais racional da água e de tecnologias de regadio mais eficientes, mas também na preparação do solo e de sistemas de drenagem em solos mais densos nas regiões com maior pluviosidade.
Filipa Dias, consultora

10h10 Intervenção
. Como estimular práticas de eficiência em regiões sem escassez de água?
. Investir em armazenamento de águas pluviais
. Práticas de eficiência na vinha e na adega
. Qual o rácio ideal litro de água/litro de vinho?
. Reciclagem e reutilização de água: como fazer?

Isabel Valín, Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo
Ana Cristina Rodrigues, Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo

10h40 Pausa para café

11h10 Intervenção
VITICULTURA TECNOLÓGICA
Como está o state of the art na I&D na área vitícola? A pergunta serve de base para revelar sobre os principias avanços tecnológicos na vinha e quais os seus impactos na rentabilidade e sustentabilidade do setor.
. Onde é que a tecnologia pode fazer a diferença? Nas plataformas de apoio à decisão? No desenvolvimento de maquinaria mais sofisticada de trabalho de campo?
. Como está a robótica nesta área?
. Como ter mais conhecimento e reduzir custos desnecessários?

11h40 Mesa-Redonda
MAKERS: DA TEORIA À PRÁTICA
Quem já está em fase avançada na implementação de práticas mais sustentáveis e a tirar partido disso num mercado cada vez mais sensível às questões ambientais?
Juntamos produtores de referência para partilharem os seus casos.
. Quais os principais desafios da transição de uma viticultura convencional para práticas ecológicas?
. Como envolver as equipas nesta mudança?
. Quais os resultados mais evidentes da produção sustentável?
. A certificação de práticas e do produto final é uma meta? O consumidor valoriza?
. Vegan, biodinâmicos, biológicos e naturais. Qual o enquadramento legal?
Maria João Cerdeira, Soalheiro
Mafalda Teixeira Coelho, Quinta da Raza
Pedro Barbosa, Aveleda
Inês Mota,Casa da Calçada
Moderação: Isabel Martins, Vida Rural
Contexto jurídico: Catarina Pinto Correia, Vieira de Almeida

13h00 Pausa para almoço

14h15 Intervenção
PEGADAS HÁ MUITAS…
Ciclo de vida, pegada carbónica, pegada ecológica. O que são exatamente estes conceitos e qual a importância de os calcular?
. Como posso ser mais eficiente conhecendo melhor o ciclo de vida do produto?
. Quais as fases de produção com maior peso?
. Da vinha até ao contentor de reciclagem, como promover uma vitivinicultura mais ecológica?
. Como estimular a circularidade?
. A certificação pode ter um papel importante?
. As empresas portuguesas estão preparadas para realizar cálculos de pegada?

Ricardo Teixeira, Instituto Superior Técnico

15h00 Intervenção
EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA ADEGA
Reduzir consumos e otimizar energia é o objetivo de quem gere a adega com o intuito de controlar custos e a pegada carbónica.
. Quais as principais estratégias para reduzir consumos energéticos na adega?
. Por onde começar na análise de operações?
. Qual o peso da cadeia de frio, iluminação e isolamento?
.  A energia pode ser um negócio?

15h30 Intervenção
À PROCURA DA EMBALAGEM PERFEITA
Garrafas mais leves parecem ser uma boa parte da solução para retirar peso na pegada carbónica de uma garrafa de vinho. Mas, se tecnicamente a solução parece fazer sentido, existe ainda um mercado que associa garrafas mais pesadas a vinho de qualidade. Será assim?
. Existe a embalagem perfeita?
. O vidro é a única solução?
. Como evoluir para uma embalagem mais ecológica sem perder mercado?

Cristina Rocha,  investigadora, LNEG

16h00 Mesa-redonda
OS DESAFIOS DA ENOLOGIA
Depois de algumas décadas a apurar uma enologia muito tecnológica, nos últimos anos os vinhos mais ‘naturais’ começaram a conquistar seguidores e alcançar mercado. Mas será apenas uma moda passageira ou é uma tendência que veio para ficar, aliada à sustentabilidade?
. Qual a relação com a viticultura sustentável? É a viticultura que comanda?
. Estes vinhos tiram mais partido das características das castas e dos terroirs?
. É possível fazer vinhos de grande qualidade com técnicas enológicas minimamente intrusivas?
. Continuamos a precisar de madeira para estágio? Ou a garrafa chega?

Filipe Ribeiro, SAI
Márcio Lopes, enólogo
António Sousa, enólogo
Vasco Croft, Apros Wine

17h20 Encerramento

Oradores

Conferencias Vida rural

Ana Cristina Rodrigues,
Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo

Conferencias Vida rural

António Sousa,
enólogo

Conferencias Vida rural

Catarina Pinto Correia,
Vieira de Almeida

Conferencias Vida rural

Cristina Rocha,
investigadora,
LNEG

Conferencias Vida rural

Filipa Dias,
consultora

Conferencias Vida rural

Filipe Ribeiro,
SAI

Conferencias Vida rural

Inês Mota,
Casa da Calçada

Conferencias Vida rural

Isabel Martins,
Vida Rural

Conferencias Vida rural

Isabel Valín,
Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo

Conferencias Vida rural

Mafalda Teixeira Coelho,
Quinta da Raza

Conferencias Vida rural

Márcio Lopes,
enólogo

Conferencias Vida rural

Maria João Cerdeira,
Soalheiro

Conferencias Vida rural

Paulo Pereira,
consultor em agroecologia
COO NBI

Conferencias Vida rural

Pedro Barbosa,
Aveleda

Conferencias Vida rural

Ricardo Teixeira,
Instituto Superior Técnico

Conferencias Vida rural

Vasco Croft,
Apros Wine

Patrocinadores
Platinium
Conferências Vida Rural
Gold
Conferências Vida Rural
Conferências Vida Rural
Conferências Vida Rural
Conferências Vida Rural
Conferências Vida Rural
Silver
Conferências Vida Rural
Conferências Vida Rural
Conferências Vida Rural
Organização
ife ORGANIZAÇÃO
Agroin
Em Parceria com
Conferências Vida Rural
Contactos

IFE by Abilways
Av.ª da Liberdade, 144 – 3º Dto.
1250-146 Lisboa
Tel.: (00 351) 210 033 800
E-mail: geral@ife.pt

Patrocinar
António Gabriel
Tel.: (00 351) 210 033 806
E-mail: agabriel@ife.pt

Marketing
Web Débora Roque
Tel.: (+351) 916 606 675
E-mail: droque@ife.pt

Inscrições/Logística
Ana Paredes
Tel.: (00 351) 210 033 824
Tel: (00 351) 914 069 583
E-mail: aparedes@ife.pt