Quantcast
Agricultura

“O Pacto Ecológico é a nova estratégia de desenvolvimento económico da UE”

Pacto Ecológico

A competitividade baseada na sustentabilidade é possível e desejável e é este o foco do Pacto Ecológico Europeu. Em declarações exclusivas à VIDA RURAL, Humberto Rosa, diretor para o Capital Natural da Direção-Geral do Ambiente da Comissão Europeia, acredita que o Pacto Ecológico é “assumidamente uma estratégia também pela competitividade” e acredita que um ponto decisivo será “levar outras zonas do mundo a adotarem critérios equivalentes aos da União Europeia, para não ‘exportarmos’ degradação ambiental e climática através das nossas importações”, frisa.

Humberto Rosa revela ainda que o Pacto Ecológico tem como objetivo tornar a economia mais eficiente e competitiva, desassociando o crescimento económico do consumo de recursos. A Estratégia para a Biodiversidade é assim apontada como fundamental para a vitalidade da economia, “que é danificada pela perda dos serviços que a natureza nos presta todos os dias. Para dar uma ideia, o Fórum Económico Mundial estima que mais de metade do PIB mundial é dependente da natureza de grau moderado a elevado. Preservar a biodiversidade é indispensável para uma economia sustentável”, reforça.

Sobre Portugal, e no que respeita à Estratégia de Biodiversidade, este responsável acredita que “a restauração de ecossistemas florestais diversificados em fauna, flora, povoamentos e descontinuidades, para fomentar a prevenção dos fogos florestais”, pode ser uma área de grande interesse para o setor agrícola.