Quantcast
Pecuária

Portugal continua com o pior preço do leite à produção na União Europeia

A APROLEP revela que Portugal continuou em Abril a ter o pior preço do leite à produção da Europa, menor em 5,4 cêntimos quanto à média.

A Associação dos Produtores de Leite de Portugal (APROLEP) revela, numa carta aberta ao Primeiro-Ministro português , que, com base em dados atualizados pelo Observatório Europeu do Leite, o País continuou em abril a ter o pior preço do leite à produção da Europa, “com a diferença agravada para  5,4 cêntimos abaixo da média comunitária”. “Em maio a diferença terá aumentado para 5,6 cêntimos”, avança.

Os produtores pedem “com urgência” um aumento de 5 cêntimos por litro de leite, face à situação e ao aumento do custo de produção, tendo sido “já avisados de novos aumentos no custo da ração para os próximos meses”.

banner APP

A carta aberta a António Costa é enviada após a associação ter enviado em maio uma carta aberta à Ministra da Agricultura, sem obter resposta: “Não tivemos até hoje qualquer resposta do seu governo”, relata a APROLEP.

“Teremos de colocar tratores na rua, à porta das fábricas, dos supermercados ou da Assembleia de República? Teremos de entrar em greve de fome para que dediquem ao nosso setor a atenção que precisa neste momento?”, questionam os produtores na carta que denuncia a situação do preço do leite em Portugal.