Pecuária

Estudo quer perceber linguagem corporal dos animais de produção

Estudo quer perceber linguagem corporal dos animais de produção

A Waitrose, cadeia de supermercados do Reino Unido, associou-se ao Scotland’s Rural College (SRUC) para realizar um estudo com o objetivo de compreender, através da linguagem corporal, as emoções dos animais utilizados na cadeia de abastecimento.

O estudo pretende identificar e promover manifestações positivas do bem-estar dos animais e alcançar uma melhor qualidade de vida para os animais de produção comercializados na Waitrose.

Desta forma, o grupo de trabalho será composto pela cadeia de supermercados e pela Partners Animal Welfare Development Group – um painel de médicos veterinários, cientistas e agricultores –, em conjunto com a professora Françoise Wemelsfelder, especialista em bem-estar animal e comportamento no SRUC.

Para o estudo será utilizado um conjunto de ferramentas de avaliação qualitativa do comportamento (QBA), que foi desenvolvido por Wemelsfelder para analisar a linguagem corporal dos animais quando interagem uns com os outros e com o meio envolvente. O sistema distingue ações como “curioso” ou “assustado”, num quadro que pode permitir ter uma perspetiva do estado emocional do animal.

“Para qualquer espécie, é necessária uma lista de cerca de 20 termos para descrever tanto os aspetos positivos como negativos da gama emocional dos animais. O animal está relaxado, brincalhão, confiante ou curioso? Está tenso, frustrado, agitado ou entediado? Então, escala-se a intensidade desta expressividade. Está entediado? Quão entediado? Está satisfeito? O quão satisfeito? A escala começa em zero para ‘nada satisfeito’ e vai até dez para ‘não podia ser mais satisfeito’”, explica Wemelsfelder, citada pela publicação MRCVS Online.

Os investigadores pretendem assim desenvolver listas de descrições para suínos, galinhas poedeiras, vacas leiteiras, patos e bovinos. Estas listas serão posteriormente convertidas numa aplicação que poderá ser utilizada em visitas às explorações para garantir o bem-estar animal.