- Vida Rural - https://www.vidarural.pt -

97% dos alimentos da União Europeia não apresentam resíduos de fitofarmacêuticos, diz EFSA

A conclusão é do mais recente relatório anual [1] da Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA): de todas as amostras recolhidas em 2014 na União Europeia, 97% encontravam-se livres de resíduos de produtos fitofarmacêuticos ou continham vestígios que estão dentro dos limites legais.

O estudo analisou cerca de 83 000 amostras de alimentos recolhidos nos 28 Estados-Membros da União Europeia e confirma que a indústria tem cumprido a legislação comunitária. O Diretor Executivo da ANIPLA, António Lopes Dias, refere que a associação está satisfeita com estes resultados e indica que “este estudo vem apenas reconfirmar algo sobre o qual nos batemos diariamente: os produtos alimentares produzidos na Europa têm elevada segurança.”

banner APP [2]

António Lopes Dias espera ainda que estes estudos possam trazer alguma tranquilidade aos cidadãos, porque, “apesar de haver um enorme volume de informação segura e válida sobre segurança na produção dos alimentos, as famílias europeias mostram-se cada vez mais vulneráveis a campanhas agressivas de contrainformação e desinformação contra a indústria agroalimentar. São campanhas que apresentam factos pouco fundamentados e estudos pouco claros, que colocam em causa métodos e práticas de uma indústria séria e segura que atua sobre intenso escrutínio das agências europeias”

As conclusões mostram ainda que das amostras aos alimentos para bebés, 91,8% continham valores não quantificáveis de resíduos de pesticidas. Jose Vicente Tarazona, Head of Unit na EFSA, explica em comunicado que “as elevadas taxas de conformidade registadas para 2014 estão em conformidade com os resultados dos anos anteriores, o que significa que a UE continua a proteger os consumidores”.