Vinha e vinho

Adegas Cooperativas do Dão estimam prejuízo de um milhão de euros neste semestre

Vinhos do Alentejo valorizam nos mercados internacionais

O presidente da União das Adegas Cooperativas do Dão (UDACA), Fernando Figueiredo, estimou que o prejuízo referente ao primeiro semestre deste ano deverá ser superior a um milhão de euros, segundo a Visão.

Fernando Figueiredo explicou, em declarações aos jornalistas, depois de reunir com a ministra da Agricultura, que 70% do negócio da UDACA depende do mercado internacional, destacando a grande dependência de países como o Brasil e a China. Devido à pandémica de covid-19, as encomendas para estes dois países foram fortemente afetadas.

Perante uma quebra “de 30 a 40%, não só nesses mercados internacionais, mas também no mercado nacional”, que “teve uma quebra muito acentuada”, a UDACA teve de recorrer ao lay-off a 50%, um processo que já terminou.

“Agora, estamos a recuperar e pensamos que, até ao final do ano, vamos conseguir, não digo recuperar a totalidade, mas chegar próximo disso”, afirma Fernando Figueiredo.