Tecnologia

Agricultura urbana vence Prémio Nacional de Indústrias Criativas

Noocity

A Noocity, startup dedicada ao desenvolvimento de equipamentos para agricultura urbana, foi a grande vencedora do 8.º Prémio Nacional Indústrias Criativas Super Bock /Serralves.

Para além deste prémio, foi também atribuída uma Menção Honrosa ao projeto Bio Boards, que aplica uma forte componente ambiental na produção de pranchas de surf e skates, e uma distinção à plataforma digital Book in Loop, baseada no conceito da economia de partilha.

“A Noocity integra a categoria Arquitetura e Artes Visuais. É uma startup cujos promotores são  José Ruivo, Pedro Monteiro e Leonor Babo, está sedeada no Porto e vai buscar o nome ao conceito da consciência coletiva ligando-o ao universo urbano. É um projeto 100% português, com parcerias internacionais em desenvolvimento, que se caracteriza por possibilitar uma horta caseira, de forma mais fácil e simples, ao materializar-se numa cama de cultivo com sistema de auto rega que facilita a agricultura biológica (legumes, frutos e ervas) em qualquer lugar. Entre as vantagens, distingue-se por economizar água e oferecer maior autonomia, não sendo necessário estar constantemente a regar”, explica a Unicer em comunicado.

O projeto irá agora receber um prémio de 25 mil euros e vai representar Portugal no Creative Business Cup (CBC, Copenhaga, Dinamarca), competição internacional que premeia a melhor ideia de negócio entre empreendedores de mais de 50 países.

A 8.ª edição do Prémio Nacional Indústrias Criativas Super Bock/Serralves recebeu um total de 168 candidaturas, distribuídas pelas quatro categorias – Arquitetura e Artes Visuais; Conteúdos e Novos Media; Música e Espetáculo; e Turismo e Património.