- Vida Rural - https://www.vidarural.pt -

CAP quer descida dos combustíveis no gasóleo agrícola garantida

A Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP [1]) denunciou que o preço do gasóleo agrícola aumentou, em média, em cerca de 3 cêntimos, segundo dados da Direção-Geral de Energia e Geologia [2]. A organização apela a que o Governo garanta a descida anunciada.

“É incompreensível que se assista exatamente ao contrário do que tinha sido assegurado. A uma lógica e expectável redução do preço final por litro, por via da descida de 20 cêntimos no ISP, seguiu-se uma irracional e imprevista subida do custo por litro. Acresce que em momento algum deste anúncio foi referida qualquer diferenciação em função da atividade económica, o que torna o resultado deste anúncio numa surpresa ainda maior”, declara a CAP [3].

banner APP [4]
 

Dessa maneira, exigem que o Governo assegure que “há uma descida real e efetiva de 20 cêntimos por litro, como anunciado e prometido” e implemente “um sistema simples que permita um desconto imediato e efetivo no ato de pagamento, fazendo o Estado posteriormente um acerto de contas com os revendedores”.

“O Governo português continua, assim, a lucrar com a atual situação insustentável de preços nos combustíveis. Continuamos a perder competitividade face a Espanha, que implementou medidas transparentes e descomplicadas para assegurar que todos os espanhóis, em todas as situações, veem reduzida a fatura final a pagar pelo preço do combustível”, conclui a organização.