Agricultura

Clube de Produtores Continente já escoou produtos no valor de 3 mil M€

Ondina Afonso vai presidir Comissão Alimentar da EuroCommerce

Em 20 anos de atividade, o Clube de Produtores Continente já escoou produtos nacionais no valor de 3 mil milhões de euros, revela a organização no dia em que se celebra a Produção Nacional (26 de abril).

Em comunicado, o Continente sublinha que “o Clube de Produtores Continente surgiu em 1998 para fazer a ligação entre a produção nacional e o Continente, dando suporte técnico a centenas de produtores, com quem foram celebrados contratos-programa para estabilizar e antecipar a oferta, mas, também, para lhes oferecer garantias e segurança.”

Atualmente, o Clube de Produtores Continente conta já com 200 entidades, que empregam mais de 11 000 pessoas e representam uma área produtiva superior a 200 000 hectares. Para além disso, esta entidade já desenvolveu um sistema de certificação próprio, baseado em normas e referenciais europeus, e lançou também um programa de formação, a Academia do Clube de Produtores Continente, na qual os produtores são convidados a frequentar sessões de capacitação e partilha de conhecimento sobre várias áreas da cadeia de abastecimento.

Ondina Afonso, Presidente do Clube de Produtores Continente, diz-se “orgulhosa por assinalar os 20 anos de atividade de uma iniciativa que contribuiu para profissionalizar a relação entre a produção e a distribuição moderna e que ajudou igualmente a desenvolver a atividade agrícola e pecuária portuguesa, dando marca à natureza e transformando pequenas empresas familiares em grandes exportadoras. Hoje em dia, somos uma família de mais de 11 000 pessoas, empenhadas em fazer chegar os melhores frescos e produtos nacionais à mesa dos portugueses, assegurando outros 20 anos de atividade tão ou mais proveitosos do que os últimos.”

O Clube de Produtores Continente em números:

  • 20 anos de atividade
  • 3 mil e 300 milhões de euros em compras à produção nacional
  • 200 parceiros (organizações de produtores, cooperativas e empresas familiares)
  • 11 000 postos de trabalho
  • 200 000 ha de área produtiva
  • 10 000 ha de produção agrícola
  • 190 000 há de área dedicada à pecuária