Quantcast
Regadio

CNA contra a privatização da água

Ligação entre barragens nos planos do Governo

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) defendeu na passada semana que é contra a privatização da água, já que pode levar ao seu encarecimento a utilização agrícola. Estas declarações foram proferidas pelo dirigente da organização, João Dinis, à saída de uma reunião com o ministro do Ambiente.

“Somos contra a privatização do recurso ‘água’ e a privatização à larga escala da gestão do recurso água”, sublinhou João Dinis. De acordo com o dirigente da CNA, “a água é um bem público de enormíssima importância para a vida das pessoas e para a agricultura”. Para além disso, afirmou que o custo da água para rega “tem de ser muito baixo”.

“Não houve uma clarificação da parte do senhor ministro, além de dizer que é necessário ter [água] e que a água continua a ser muito barata para uso agrícola (…). O ministro do Ambiente contrapôs dizendo que se tem de ter muito cuidado com o gasto de água por ser um bem escasso”, defendeu.

Durante a reunião com o ministro do Ambiente, João Dinis aproveitou para abordar temas como as alterações climáticas e o mercado dos carbonos. “Constatámos que já está a haver alguma transferência de fundos do Ministério do Ambiente e do Orçamento do Fundo Ambiental para o Programa de Desenvolvimento Rural 2020, que é da tutela do Ministério da Agricultura”, revelou.