- Vida Rural - https://www.vidarural.pt -

Comissão Europeia autoriza dez organismos geneticamente modificados

A Comissão Europeia autorizou dez organismos geneticamente modificados [1] – sete para utilização em géneros alimentícios e alimentos para animais (algodão, vários milhos e soja), duas renovações também para a alimentação humana e animal (colza e milho) e ainda um cravo como flor de corte ornamental. De acordo com a Anipla, “o cultivo das espécies não é autorizado.”

A Anipla [2] diz ainda no seu blog que “todos estes organismos geneticamente modificados passaram por um rigoroso procedimento de autorização, incluindo uma avaliação científica favorável da Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA).”

As autorizações são válidas por um período de 10 anos e quaisquer produtos produzidos com estes organismos geneticamente modificados [3] serão objeto das regras da UE em matéria de rotulagem e rastreabilidade.