- Vida Rural - https://www.vidarural.pt -

Cotações do milho disparam

As cotações do milho superaram os 5 dólares por alqueire, pela primeira vez desde 2014, e atingiram o limite de subida diária no mercado de Chicago.

A subida ocorre após o departamento norte-americano da agricultura (USDA) ter revisto em baixa as estimativas para as colheitas deste cereal no país na campanha de 2020-21. A estimativa baixou de 175 alqueires por acre (0,404 hectares) para 172. Além disso, o organismo americano prevê menos reservas de milho a nível mundial devido à crescente procura por parte da China.

Segundo o relatório WASDE – relatório mensal publicado pelo USDA – a China deverá importar 17,5 milhões de toneladas de milho, mais um milhão do que apontavam as projeções em dezembro.

banner APP [1]

Devido a esses fatores, o preço disparou 5,1% para 5,1725 dólares por alqueire, tendo excedido a subida máxima permitida de 25 cêntimos.

No final de 2020, o preço já vinha a subir. No mês de dezembro tinha sido registada a mais longa escalada dos últimos 33 anos. No acumulado do ano, o milho escalou 16,6%.