Pecuária

DGAV autoriza habilitação de estabelecimentos que pretendam exportar porco para China

DGAV autoriza habilitação de estabelecimentos que pretendam exportar porco para China

A Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) vai passar a assegurar a habilitação de estabelecimentos que pretendam exportar carne de porco para a China. Assim, deixará de ser necessária a visita de missão por parte das autoridades locais do país e a DGAV passará a verificar o cumprimento dos requisitos impostos pela General Administration of Customs of China.

“Foi esta semana transmitido à Direção-Geral de Alimentação e Veterinária que a autoridade competente chinesa GACC, a General Administration of Customs of China, autorizou a habilitação de novos estabelecimentos que pretendam exportar carne de suíno para a República Popular da China sem necessidade de uma missão de habilitação por parte daquela autoridade”, refere um comunicado publicado no site da DGAV.

Os estabelecimentos que pretendam exportar carne de porco para a China deverão contactar os serviços veterinários regionais que intervêm na sua área geográfica.

Os produtores portugueses começaram a exportar carne de porco para a China no final de janeiro de 2019, depois de as autoridades chineses terem autorizado, no final de 2018, os matadouros portugueses ICM Pork, Maporal e Montalva a exportar.

Em janeiro, o Ministério da Agricultura anunciou que mais cinco empresas portuguesas tinham sido autorizadas a exportar carne de porco para a China.