Quantcast
diarreia

Diarreia suína propaga-se para 11 Estados dos EUA

Criadores de porcos da Austrália

Foi detetado no mês de abril, nos Estados Unidos da América, um foco de Diarreia Epidémica Suína, doença que já se propagou para 11 Estados daquele país. Até agora já se registaram 113 casos positivos em 103 explorações.

Quando surgiram estes casos de doença, o Serviço de Inspeção de Saúde Animal e Vegetal do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos da América recebeu a informação de que as rações poderiam ser um possível fator de transmissão da diarreia epidémica suína. Este organismo analisou as rações e os ingredientes e não obteve resultados positivos para a doença.

A diarreia epidémica suína foi encontrada pela primeira vez em Inglaterra em 1971 e logo depois forma registados outros casos na Europa e no Canadá e, mais recentemente, na China, na Coreia e no Japão.

banner APP VR Mobile
 

A doença é semelhante a uma gastroenterite transmissível, que causa diarreia severa nos porcos. A taxa de mortalidade devido a esta doença é elevada e frequente e leitões, devido à desidratação. Depois de expostos ao vírus os sintomas nos animais revelam-se após quatro ou cinco dias.