Quantcast
Nutrição

Dicas nutricionais para os produtores

Os agricultores sabem muito sobre as técnicas de produção das culturas que produzem mas… saberão qual o valor nutricional dos alimentos que produzem ou pensam a vir produzir? Reunimos as dicas da nutricionista Rita Sousa Veloso para alguns alimentos que podem ser potenciados se soubermos mais sobre eles.

Sabe que o Tomate cherry e o cherry preto são a grande tendência na alimentação? E que a quantidade de licopeno no tomate, independentemente da sua variedade, depende de fatores como o estado de maturação do fruto na colheita e a ocorrência de tratamentos térmicos, como processos industriais para a preparação de concentrados e polpas de tomate?

Alfaces há muitas mas… sabia que a variedade romana tem maior concentração de vitamina A, B1, potássio e magnésio? Todas as variedades têm folato (ácido fólico e sais), mas quanto mais verde a variedade, maior a quantidade de folato, ou seja, a romana será a que apresenta mais folato e a iceberg menos. Uma informação decisiva para o consumidor, mas sem utilização no marketing destes produtos.

A ingestão de bagas de goji é associada não só à obtenção de antioxidante como à melhoria do controlo metabólico da glicémia, melhoria do perfil lipídico, melhoria da função renal, hepática e pulmonar. Mas, sendo um fruto introduzido recentemente no nosso país e com consumos ainda reduzidos, podem existir dúvidas relativamente às formas de armazenamento e conservação destes frutos. Confira.

O número indivíduos que suspeitam ter alguma intolerância ao trigo parece estar a aumentar o que parece precipitar o aumento de alternativas ao trigo comum. Uma delas, o trigo espelta (Triticum spelta). Não obstante a ausência de fundamentação relativa às vantagens do trigo espelta, o mesmo sendo mais integral apresenta vantagens relacionadas com essa propriedade. Conheça as potencialidades.

Muito se tem falado da planta stevia, que pertence à família Asteraceae, originária do norte do Paraguai. É considerada um edulcorante natural não nutritivo, uma vez que as calorias que apresenta são negligenciáveis e que o organismo humano não a consegue metabolizar. A produção de stevia apresenta-se assim como uma nova oportunidade para a agricultura. Saiba mais sobre esta cultura e como potenciar a sua utilização.