Quantcast
Floresta

Diplomas que constituem Reforma da Floresta disponíveis para discussão pública

Capoulas Santos ministro da Agricultura Vida Rural

Já foram disponibilizados para discussão pública, no Portal do Governo, os vários diplomas que constituem a Reforma da Floresta. O objetivo é que todos os cidadãos portugueses se possam pronunciar através de críticas ou sugestões sobre esta reforma. O processo de discussão pública estende-se até 31 de janeiro, período ao longo do qual terão lugar outras ações de divulgação.

Neste âmbito, o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural reúne o Conselho Florestal Nacional no próximo dia 16 de novembro com o objetivo de apresentar e debater com as organizações representativas do setor florestal este pacote legislativo, envolvendo dessa forma todo o setor. O Ministério do Ambiente, por sua vez, reunirá também o CNADS – Conselho Nacional do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável no próximo dia 22 de novembro.

 banner APP

No total, entre novembro e janeiro estão programadas sete ações de apresentação e debate da Reforma da Floresta abrangendo todo o território continental.

Para o Ministro da Agricultura, Capoulas Santos, “este é um exemplo de trabalho de equipa em que o Governo se empenhou e que agora é apresentado ao país, dando a todos cidadãos, sem exceção, a possibilidade de se pronunciarem sobre as propostas elaboradas”. Capoulas Santos acrescenta que “tendo em conta que a floresta é um ativo em todos os sentidos e que a todos diz respeito, e considerando também que é uma matéria sobre a qual praticamente todos os portugueses têm opinião, o Governo considera que esta é uma excelente oportunidade de intervenção conjunta numa causa que é nacional e que merece um amplo consenso”.