- Vida Rural - https://www.vidarural.pt -

Extrato de morangueiro silvestre pode ajudar a combater bactéria que causa cancro do estômago

Um grupo de investigadores das faculdades de Farmácia e de Medicina da Universidade de Coimbra acaba de pulicar os resultados preliminares de um estudo que revela que o extrato de folhas de morangueiro silvestre (Fragaria vesca) tem a capacidade de combater infeções provocadas por uma bactéria frequentemente associada a patologias gástricas e alguns tipos de cancro do estômago (Helicobacter pylori).

De acordo com os autores do estudo, o objetivo era “avaliar a atividade anti-H. pylori de diversos extratos de plantas”. Os primeiros resultados agora divulgados mostram que para além do extrato de morangueiro silvestre, também o extrato da agrimónia (Agrimonia eupatoria L.), uma planta da família das Rosaceae, é um bom candidato para tratar esta bactéria que se aloja no estômago dos humanos, afetando cerca de 50% da população mundial e cerca de 84% da população portuguesa, indicam os cientistas portugueses.

banner APP [1]
 

Maria Manuel Donato, uma das autoras da investigação, sublinha que os tratamentos atualmente disponíveis são muito agressivos e “exigem a toma de três antibióticos em simultâneo, associados a um protetor gástrico (inibidor da bomba de protões), durante duas semanas. É uma terapêutica muito agressiva, com diversos efeitos secundários, o que leva a que facilmente as pessoas abandonem o tratamento antes do seu fim, com tudo o que isso implica, nomeadamente no aumento da resistência a antibióticos.”

Com as primeiras experiências realizadas, os investigadores nacionais já conseguiram determinar a concentração adequada de cada extrato para inibir a bactéria. Segundo Maria Manuel Donato, agora seria importante “investigar o efeito antibacteriano de extratos de plantas como alternativas terapêuticas e/ou complementares do tratamento. Os resultados obtidos no estudo, apesar de preliminares, abrem caminhos para o desenvolvimento de novos fármacos. Os extratos de Agrimonia eupatoria L. e de Fragaria vesca mostraram efeito anti-H. pylori, independente da virulência e da resistência aos antibióticos apresentada por esta bactéria, com o extrato das folhas de morango a ser o mais ativo, e a respetiva fração enriquecida em elagitanina a mais eficaz contra a bactéria.”