Quantcast
Regadio

Fenareg alerta para seca no Alentejo

Ministro da Agricultura aprova dois novos projetos de regadio

A Federação Nacional de Regantes de Portugal (Fenareg) emitiu esta quarta-feira (26 de abril) um comunicado em que alerta para os baixos níveis das barragens nacionais, sobretudo na região do Alentejo, que segundo a organização tem “30 000 hectares em risco”.

De acordo com a Fenareg, “pelo terceiro ano consecutivo a precipitação foi inferior ao normal. No Alentejo, o valor médio acumulado, neste ano hidrológico, não ultrapassou 400mm. A bacia hidrográfica do Sado apresenta registos críticos de volumes armazenados úteis nas albufeiras: 6% em Odivelas e 10% no Roxo.”

“Os Perímetros de Rega do Vale do Sado, Campilhas e Vigia também apresentam limitação hídrica para a campanha de rega deste ano, onde os armazenamentos se situam entre 40 e 50%”, acrescenta.

A Fenareg diz ainda que, assim, “o armazenamento de água atual não poderá dar resposta às necessidades, o que significa que poderão existir medidas de rateio nesta campanha de rega, como já foi anunciado para o Aproveitamento Hidroagrícola de Odivelas.”

Assim, a organização calcula que existam cerca de “30 000 hectares de cultura em risco, para além de questões ambientais e de qualidade da água”.