Hortofrutícolas

Fruticultura biológica com potencial para crescer nos Açores

Fruticultura biológica com potencial para crescer nos Açores

A fruticultura em modo de produção biológica, que ocupa cerca de 6% da total da área dedicada à produção de fruta nos Açores, tem potencial para crescer. Quem o diz é o diretor regional da Agricultura açoriano, José Élio Ventura.

“A produção frutícola nos Açores, em modo convencional ou biológico, constitui um desafio e uma grande oportunidade que os produtores devem aproveitar, contribuindo para satisfazer, cada vez mais, o mercado interno e reduzir importações”, referiu José Élio Ventura, à margem da conferência ‘Fruticultura Biológica nos Açores’, que decorreu no âmbito da Feira Agrícola Açores 2019.

O diretor regional da Agricultura dos Açores disse, ainda, que as produções biológicas são mais valorizadas no mercado e têm uma procura crescente pelos consumidores, pelo que são uma oportunidade para os produtores locais aumentarem os seus rendimentos. José Élio Ventura disse também a produção de fruta em modo biológico, que conta com 61 produtores nos Açores, terá maior viabilidade com espécies bem-adaptadas às condições locais, resilientes face às exigências fitossanitárias e às oscilações climáticas.

O Plano Estratégico para a Agricultura Biológica dos Açores, que está já em marcha, tem como objetivo expandir as áreas de produção e a oferta de produtos agrícolas e agroalimentares com benefícios ambientais e de saúde e promover uma maior valorização das produções.