Agricultura

Governo aprova Estatuto do ‘Jovem Empresário Rural’

Associação dos Jovens Agricultores de Portugal

O Executivo aprovou na passada quinta-feira (12 de dezembro) o estatuto de ‘Jovem Empresário Rural’, uma medida que tem como objetivo promover o empreendedorismo nas zonas rurais e a criação de postos de trabalho nestas áreas.

“Visando atribuir um caráter distintivo ao empreendedorismo no mundo rural, o diploma procura contribuir para a diversificação da base económica regional, a criação de emprego e a fixação de jovens empreendedores nas zonas rurais, articulando estas ações entre as diferentes entidades da Administração Pública e da sociedade em geral”, pode ler-se no comunicado enviado pelo Conselho de Ministros.

O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, já tinha dito que este estatuto permitiria criar incentivos “à instalação de jovens empresários em atividades não agrícolas no mundo rural”, contribuindo para a “diversificação e estruturação do tecido económico regional”.

A Associação dos Jovens Agricultores de Portugal (AJAP) emitiu entretanto um comunicado em que congratula o ministro da Agricultura pela decisão, referindo que “dada a importância do tema e à sua cada vez maior relevância, praticamente à escala mundial, Portugal assumido um particular destaque, devido a um interior quase sem pessoas, com residentes cada vez mais envelhecidos, com pouco investimento e a perder paulatinamente serviços, sem os quais não se consegue fixar pessoas.”

Desde 2017 que a figura do ‘Jovem Empresário Rural’ faz parte dos estatutos da AJAP, uma medida que, de acordo com a associação, serve para “conferir legitimidade à Organização, na defesa e insistência para que esta fosse legislada e aceite pelo Governo e tudo faremos para que lhe possam ser associados meios, prioridade e incentivos (…) Portugal precisa e o Governo está de parabéns porque reconheceu e fez o que lhe compete.”